Mais de 700 crianças carentes atendidas pela ONG Orquestrando a Vida  "pedem socorro"

Mais de 700 crianças carentes atendidas pela ONG Orquestrando a Vida "pedem socorro"

A Ong Orquestrando a Vida está com as atividades paralisadas por falta de patrocínio, deixando centenas de crianças carentes sem a atividade social

Centenas de crianças choram a possibilidade de perder a oportunidade de um futuro digno por falta de interesse do poder público e de empresários na cidade de Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, pois a ONG Orquestrando a Vida está com os seus trabalhos paralisados desde maio por falta de patrocínios para continuar o trabalho sociocultural desenvolvido pela entidade há 16 anos e que alcançou palcos como o Carnegie Hall em Nova York e é considerado o maior e melhor núcleo do célebre ?El Sistema?.

A Orquestrando a Vida atende a 750 crianças carentes em 06 orquestras sinfônicas e 02 bandas, e com a paralisação estas crianças voltarão a atividades irregulares como trafico de drogas, assaltos, entre outros atos ilícitos, perdendo todo o trabalho desenvolvido pela ONG na transformação social e inserção no mercado de trabalho.

Os alunos, pais, professores e amigos da Orquestrando a Vida realizara no dia 09 de maio um manifesto na praça principal da cidade de Campos (Praça São Salvador), que foi chamado pelos organizadores de ?Grande Ensaio Aberto?. Este ensaio foi o último dos grupos sinfônicos pertencentes à Orquestrando a Vida até hoje. Nesta semana, uma das seis orquestras do projeto fará uma apresentação para tentar obter fundos para a manutenção do local. As outras cinco permanecem totalmente paradas, segundo informou a coordenação da entidade.

Quem quiser saber mais sobre o projeto, basta acessar http://www.orquestrandoavida.org/.

Fonte: Simone Rodrigues