Dieese: mais de 800 mil mulheres são chefes de domicílios no Pará

Dieese: mais de 800 mil mulheres são chefes de domicílios no Pará

Quantidade de chefes de famílias mulheres no estado é a maior do norte. Segundo Dieese, maioria das mulheres recebe até um salário mínimo.

A funcionária pública Wanda Caxias se orgulha de ter criado sozinha os quatro filhos. "Só eu e Deus. Sempre foi assim. Eu me casei e me separei cedo. Eduquei meus filhos e sempre trabalhei", recorda Wanda que, assim como diversas mulheres do Pará, assume para si todas as responsabilidades de chefe de família. "Tenho dois casais, como pedi a Deus. Sempre participei de tudo na criação deles - levei no médico, ia pra reunião de escola, dentista. Eu dava meu jeito", disse.

Uma pesquisa do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra que, assim como Wanda, aproximadamente 806 mil mulheres são chefes de domicílios no Pará, o que corresponde a 34% das famílias do estado. Ainda segundo o levantamento, metade destas pessoas ganha até um salário mínimo. O estudo foi feito com dados do Dieese, IBGE e do Ministério do Trabalho.

Valorização

Para Wanda, um dos problemas enfrentados pelas mulheres é o reconhecimento do trabalho. "Principalmente daquelas que são pai e mãe. Todo trabalho precisa ser reconhecido e bem remunerado" revela a funcionária pública que, como toda mãe, precisou definir prioridades. "Eu adoro dançar, mas a prioridade era cuidar da alimentação, saúde e estudo. Hoje, meus filhos são super virados. A mais nova tem 13 anos, e eu estou trabalhando para encaminhá-la também", explica.

Segundo o economista Roberto Sena, o levantamento mostra que a mulher vive uma situação de desigualdade no mercado de trabalho. "Os dados deste estudo mostram uma situação muito preocupante, pois o quantitativo de mulheres que exercem hoje a dupla função de mãe e pai, tanto no estado do Pará quanto na região norte, ainda é muito elevado", avalia. "Com ou sem emprego e com baixa remuneração, quase 806 mil mulheres em todo estado do Pará exercem a função de chefe de domicílio", completa.

Destaque regional

De acordo com o estudo, dos 7 estados do norte do pais, o Pará é o que possui o maior número de mulheres como chefes de família: das 1.846.880 famílias chefiadas por mulheres na região, mais de 43% estão no Pará. O número tende a aumentar: entre 2011 e 2012, a quantidade de mulheres chefes de família no Pará cresceu 0,17%.

Fonte: G1