Mais uma marca chinesa "BYD" prepara estreia no Brasil, esta em queda no mundo.

Mais uma marca chinesa "BYD" prepara estreia no Brasil, esta em queda no mundo.

Modelos populares da marca enfrentam crise nas lojas, mas virão ao país em 2012

Manutencao e Pos-Venda Inseguros e sem informação.



Com 3,46 metros de comprimento e motor 1.0 de três cilindros e 68 cv, BYD F0 custará menos de R$ 25 mil a chinesa BYD (Build Your Dreams) não vive um bom momento. A montadora viu seu volume de emplacamentos cair 23,4% no primeiro semestre de 2011. Curiosamente, os modelos que mais recuaram nas vendas pelo mundo foram justamente os que já circulam no Brasil em fase de testes: o subcompacto F0 (zero) e o compacto F3 (hatch e sedã).



Pouco se sabe até o momento sobre os planos da BYD para o Brasil ? não há qualquer informação oficial divulgada. Mas alguns modelos da marca chinesa já foram flagrados circulando por rodovias vizinhas à capital paulista. O mais promissor deles é o F0, hatch subcompacto de apenas 3,46 metros de comprimento e equipado com um motor 1.0 de três cilindros, 68 cv e 9,2 kgfm de torque. O modelo deve chegar com preço inferior a R$ 25 mil, nao se sabe nada em relacao a pos-venda.

Subcompacto teve copia inspirado no Toyota Aygo, o que rendeu processo na corte europeia

Interior do F3 imita painel do antigo Corolla.Como a maioria dos carros da BYD, o F0 tem visual inspirado no Toyota Aygo, o que lhe rendeu processo na corte europeia. Outro modelo da BYD com visual ?inspirado? da marca japonesa é o F3, cujas linhas são muito próximas às do Corolla sucessor do modelo atual, que tinha o Brad Pitt de garoto-propaganda. A dianteira é muito parecida e o interior é quase cópia literal (até o aplique de madeira está lá!).

Já o G3, um dos modelos mais novos da BYD, é na verdade uma evolução do F3. Por dentro, o painel é quase uma reprodução da peça do Corolla atual. Em relação ao F3 (hatch e sedã), que deve ter preços próximos de R$ 40 mil, o G3 é mais sofisticado e deve vir apenas com motor 1.8 a gasolina de 130 cv e preço próximo de R$ 45 mil.



Frente do F3 (sedã) e do F3-R (hatch) são claramente inspiradas no antigo Corolla, de nona geraçãoNo F3 (sedã) e no F3-R (hatch), o bloco previsto é um 1.5 a gasolina capaz de gerar 107 cv e 14,7 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas. De todos os modelos, o menos cotado pra vir (mas ainda assim aguardado) é o topo de linha G6. Se vier, vai custar acima de R$ 60 mil e será equipado com um bloco 2.4 a gasolina de 170 cv.

Hatch F3-R terá preço próximo de R$ 40 mil para brigar com compactos premium nacionais e importados

Interior do G3 lembra muito o Corolla atualEstreia no Brasil só em meados de 2012

O maior desafio do BYD no Brasil por enquanto é a rede autorizada. A montadora deve começar suas atividades no país com a maioria das lojas concentradas no eixo Rio-São Paulo, o que limitará bastante sua atuação ? e o próprio volume de vendas. O Grupo Sandrecar, do empresário Pacífico Paoli (ex-presidente da Fiat brasileira), está por trás das operações da BYD.

De acordo com o balanço semestral da BYD, a forte queda nas entregas em 2011 fez o lucro da empresa encolher 89% entre janeiro e junho. Os negócios renderam R$ 69,4 milhões. A montadora informou que o declínio é culpa do fim dos incentivos fiscais concedidos pelo governo chinês

Fonte: ;o