Maquinista de trem buzina, mas ônibus passa e é arrastado por 100m

PM informou que no veículo estavam apenas o motorista e a monitora.

Um ônibus escolar foi atingido por um trem no distrito de Palmeiras em Suzano, por volta das 7h, desta quinta-feira (22). A linha férrea pertence a empresa MRS Logística.


Maquinista de trem buzina, mas ônibus passa e é arrastado por 100m

Segundo a Polícia Militar, no local não existe cancela, mas tem sinalização indicando ao motorista a parada obrigatória no trecho da linha.

De acordo com informação da Polícia Militar, o maquinista do trem buzinou, mas ao que tudo indica o motorista do ônibus não ouviu e passou direto pelos trilhos. A composição arrastou o veículo por 100 metros.

O ônibus faz o transporte de alunos da Escola Estadual Campos de Menezes. No entanto, segundo a polícia, no momento do acidente só estavam no veículo o motorista Josimar Nascimento dos Santos e a monitora Jociara Nascimento dos Santos. Eles foram encaminhados com ferimentos leves para a Santa Casa de Suzano, de acordo com a Polícia Militar.

?O motorista me disse que não viu o trem. Não sei se tinha neblina na hora do acidente, porque hoje fez neblina de manhã, mas quando eu cheguei aqui ela já tinha sumido?, conta Valdemar Vieira da Silva, proprietário da empresa de ônibus. O ônibus vinha do bairro Caolim, onde fica a garagem, e seguia para a Rodovia Índio Tibiriçá.

O morador Cícero Pedro da Silva estava em frente à linha férrea e ouviu o barulho da batida. ?Estava marrando meus cavalos quando ouvi o barulho. Fui lá ver e o motorista já tinha saído. Uma mulher estava deitada dentro do ônibus. Em seguida chegou o resgate e levou todos para o hospital?, relata.

No local não há cancela e há árvores na beira da linha que prejudicam a visão dos motoristas. ?Um carro já foi arrastado aqui no ano passado e à noite tem pessoas que ficam usando drogas. Nós já falamos com a MRS para que cortem as árvores, mas ele dizem que precisam de uma licença ambiental?, conta o morador Aden .

Por volta das 9h40, a MRS informou que aguardava a equipe de segurança patrimonial da MRS para o restabelecimento do trafego ferroviário. A MRS informou também que faz periodicamente campanhas de segurança nas comunidades. Até as 11h, a MRS ainda não tinha respondido ao questionamento sobre o corte das árvores.

Fonte: G1