Marcha para Jesus deve atrair 170 mil pessoas e acontece dia 30 em Teresina

Marcha para Jesus deve atrair 170 mil pessoas e acontece dia 30 em Teresina

O maior evento evangélico do Norte-Nordeste do país já tem data marcada para acontecer. A Marcha para Jesus vai ser realizada do Bairro São Cristóvão

Com o intuito de resgatar vidas através da fé será realizada em Teresina, no próximo dia 30, a Marcha Para Jesus, que traz como tema este ano ?Marchando pela dignidade da pessoa humana?. Conforme explica o coordenador e idealizador do evento, pastor Apóstolo Soares, a expectativa é de reunir 170 mil fiéis na caminhada.

?A Marcha para Jesus é o maior evento evangélico do Norte-Nordeste. Neste ano, além do kit, que custa R$ 15, nós também estamos trazendo a campanha ?Doe Vida?, em que pedimos a doação de um pacote de leite, que será distribuído nas clinicas de recuperação de usuários de drogas?, disse o coordenador do evento.

O pastor Soares explica ainda que a renda obtida com a marcha será doada para essas clínicas, que atualmente contam com a ajuda das igrejas evangélicas para se manter.

Segundo ele, vidas são marginalizadas por conta das drogas, gerando terror na família do dependente e é fundamental auxiliar no tratamento dos dependentes, para que estes consigam ser reinseridos na sociedade.

?Entendemos que as clínicas são os maiores centros sociais, que juntamente com a igreja, trabalham no sentido de restaurar a pessoa e trazê-la de volta à sociedade, para que esta consiga ter uma vida digna novamente.

Contamos com a participação dos fiéis, independente de religião, pois a marcha é feita para o povo de Deus, e quem tiver fé nele, sinta-se convidado a participar?, afirmou o pastor.

A renda adquirida com a marcha ajuda a manter seis centros de tratamento para dependentes químicos, dentre eles, ?Nos braços do pai? e ?Centro Filadélfia Cordeiro de Deus?, que são revestidos também em obras e ações sociais em instituições e abrigos de Teresina. Os kits podem ser adquiridos em todas as livrarias evangélicas de Teresina.

Fonte: Gisele Alves