Matizes e outras ONGs fazem carta para Fábio Novo e Themístocles Filho

Matizes e outras ONGs fazem carta para Fábio Novo e Themístocles Filho

Entidades elaboram carta aberta para candidatos à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, com propostas de medidas de direitos humanos

O Grupo Matizes e várias entidades civis organizadas que militam pelos Direitos Humanos no Piauí elaboraram, na terça-feira, uma carta aberta com uma série de medidas e ações que devem ser assumidas pela futura Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

A carta será encaminhada aos candidatos à presidência da Alepi, Fábio Novo (PT) e Themístocles Filho (PMDB), para que eles se comprometam publicamente a implementar ações que as entidades civis julgam como inadiáveis no Poder Legislativo Estadual.

Entre as reivindicações, estão o compromisso dos deputados na otimização dos gastos de recursos públicos; transparência nas despesas com pessoal, bens e serviços; criação de mecanismos que garantam uma participação social na proposição de leis e no acompanhamento do trabalho legislativo; realização de concurso pú- blico; democratização da Rádio e TV Alepi; entre outras.

De acordo com a coordenadora do Grupo Matizes, Marinalva Santana, a carta representa um posicionamento de todos os que lutam pela igualdade de direitos e pelo fortalecimento da democracia.

“É uma forma de colaborar com o trabalho dos deputados e agilizar a implementação de ações em favor de todos os cidadãos, de forma justa e igualitária”, afirma.

Assinam o manifesto a Legião das Vanguardas de Juventude (LVJ); Grupo Nós Tudinha; Central Única dos Trabalhadores (CUT); Grupo Afoxá; Fórum de Entidades da Zona Sul; Associação Interdenominacional de Pastores; Sintepi; Sindicato dos Microempreendedores Individuais de Teresina; Comitê Estadual de Comunidades de Terreiros; Coisa de Nego; Grupo Ayabás; e vários outros.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Jornal Meio Norte