Professores de 33 universidades já encerraram greve, diz MEC

O mesmo número de institutos federais decidiu voltar às aulas.

Balanço do Ministério da Educação (MEC) indica que professores de 33 universidades federais decidiram encerrar - totalmente ou em alguns campi - a greve. O mesmo número de institutos federais decidiu voltar às aulas.

Segundo o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), em assembleias realizadas entre os dias 3 e 6 de setembro, 13 sindicatos decidiram sair da greve, enquanto 39 mantiveram a paralisação (destas, 18 sugeriram datas para o retorno das atividades) - outras 18 assembleias não informaram o resultado ao Andes.

No domingo, o Andes decidiu continuar a greve nacional - 17 delegados votaram à favor da paralisação, e 13 contra. De terça a quinta-feira, ocorre uma nova rodada de assembleias que podem seguir a resolução do sindicato nacional ou acabar com a greve.

De acordo com o governo, nove universidades e 10 campi isolados já retornaram às aulas. Nesta segunda-feira, as federais do ABC (UFABC), da Fronteira Sul (UFFS) e a de Alfenas (Unifal) retomam os trabalhos. Em outras 17 universidades, os professores acabam com a paralisação até o dia 17.

Segundo o secretário de Educação Superior do ministério, Amaro Lins, citando reitorias, em algumas instituições que ainda não realizaram assembleia para discutir o fim da greve, os professores já retomaram as aulas.

O governo federal encerrou as negociações com os grevistas, já que a Lei Orçamentária Anual (LOA) foi encaminhada ao Congresso Nacional em 31 de agosto. Após o envio, os parlamentares não aceitam mudanças em valores salariais.

Fonte: Terra