MEC promete divulgar o gabarito oficial do Enem 2012 até quarta-feira

O Enem 2012 registrou uma abstenção de 27,9% dos candidatos inscritos.

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio até quarta-feira (7), de acordo com o Ministério da Educação. As respostas às questões das provas de sábado (3), sobre ciências humanas e ciências da natureza, e de domingo (4), sobre linguagens e matemática, estarão disponíveis nos sites do Inep e do MEC. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais a partir de 28 de dezembro. O Enem 2012 registrou uma abstenção de 27,9% dos candidatos inscritos.

Os candidatos poderão conferir o número de questões que acertaram, mas a pontuação que vão obter vai depender ainda de uma série de fatores, com o padrão de respostas que estabeleceram na prova de acordo com a Teoria de Resposta ao Item (TRI), que é usada no Enem. A prova de redação vai passar por pelo menos dois corretores. Se houver uma diferença de pontuação superior a 200 pontos, um terceiro corretor vai avaliar a prova.

Questões polêmicas

Algumas questões apresentadas nas provas do Enem foram contestadas por cursinhos pré-vestibulares por problemas no enunciado ou possibilidade de ter duas respostas corretas de acordo com a interpretação do candidato.

O cursinho Objetivo, de São Paulo, diz que a questão de ciências humanas que apresentava um mosaico com elementos da política dos romanos é confusa, dá margem para interpretação a duas respostas, e deveria ser anulada. O cursinho também vê problemas em duas perguntas da prova de ciências da natureza, uma sobre evolução das plantas e outra sobre a massa de legumes. O Etapa também contesta esta questão.

Na prova de matemática, o professor do Objetivo, Carlos Seno, viu problemas na questão sobre quantas viagens um maquinista precisa fazer para ganhar o máximo de dinheiro possível. ?Ela pode ser interpretada de duas formas, gerando duas respostas diferentes?, afirma. Já o cursinho Anglo diz que a questão que apresenta uma pirâmide não apresenta uma resposta possível entre as soluções apresentadas.

O Ministério da Educação diz que se houver apresentação de recursos contra alguma questão o caso será analisado.

Fonte: G1