Médicos deixam menina com braço torto após o engessarem errado

Louise, de 32 anos, afirma que os médicos estão se recusando a realizar a cirurgia corretiva


 Médicos deixam menina com braço torto depois de engessarem membro de forma errada

 Médicos deixam menina com braço torto depois de engessarem membro de forma errada

A menina Mika-Lee quebrou o braço enquanto brincava, e sua mãe Louise Newton procurou um médico para resolveu o problema. Até então nada de incomum, não fosse o resultado do tratamento da menina.

Após 5 semanas meses engessada, Mika continuou a sentir dores, e então foi verificar. Ela então descobriu que os médicos não colocaram seus ossos no local correto, e ficou com o membro completamente torto.

Louise, de 32 anos, afirma que os médicos estão se recusando a realizar a cirurgia corretiva, pois faria com que a filha sofresse ?dores desnecessárias?.

A mãe disse que os médicos perceberam que os ossos havia se posicionado em um ângulo ?engraçado?, e queria ver se eles iriam se ajeitar por conta própria.

Mas Mika está tendo muita dificuldade em dormir por conta das dores, e não quer esperar mais. A mãe disse que vai voltar a consultar os médicos no próximo dia 6 de junho, e espera que eles tenham mudado de opinião sobre a cirurgia.

Um braço quebrado leva de seis a oito semanas para cicatrizar em adultos, e menos tempo que isso em crianças. Um porta-voz do Hospital Hull e East Yorkshire, a organização que dirige a enfermaria Hull Royal, disse: ?a cura de qualquer osso quebrado é um processo de recuperação de longo prazo, e demora um período substancial de tempo para que uma pessoa complete e voltar a usa o membro normalmente?.

Fonte: Mirror