Médicos dos EUA buscam parceria para ensino na UFPI

A possibilidade visa ampliar o processo de internacionalização da Universidade Federal do Piauí. A parceria deve ser feita na área de extensão

Na manhã de ontem (08), o reitor da UFPI, Prof. Dr. José de Arimatéia Dantas Lopes, recebeu, no Salão Nobre da Reitoria, a visita dos médicos norte-americanos Jonel Daphnis e Emily Nichols, do Hospital Oschener - localizado na cidade de Nova Orleans, no estado de Lusiana (EUA).

Na oportunidade, discutiu-se a possibilidade de firmar parceria com o Hospital Oschener na área de extensão em saúde comunitária, visando ampliar o processo de internacionalização da Universidade. ?A UFPI tem crescido muito em seu processo de internacionalização, buscando ampliar convênios e parcerias com diversas instituições. Tudo que estiver ao nosso alcance será realizado?, afirmou o reitor.

Na passagem pelo Piauí, os médicos ministraram a palestra ?A rede de atenção de emergência nos EUA?, no Congresso Internacional de Atenção à Saúde, realizado pelo NUEPES-UFPI, na semana passada. Durante a apresentação, os palestrantes expuseram as origens históricas da rede de emergência nos Estados Unidos, associando seu surgimento à ideia de levar igualdade e justiça social ao país.

As subdivisões da área médica emergencial e as estratégias utilizadas para aproximar este setor de sua função social, dentre os quais se colocam programas sociais, treinamento de profissionais da saúde e pesquisas no campo, também foram destacados. A este respeito, a Dr.ª Emily Nichols sublinhou a abrangência da rede de emergência para a organização social tanto dos Estados Unidos quanto do Brasil. ?Temos que nos lembrar que os cuidados de emergência são o primeiro passo para o bem-estar físico, mental e social?, colocou.

O encontro dessa quarta-feira contou ainda com a presença do Dr. Anníbal Amorim, assessor da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (Fiocruz-MS), da Prof.ª Dr.ª Lis Cardoso Marinho, coordenadora do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação Permanente para o SUS (NUEPES) e da assessora para Assuntos Internacionais, Prof.ª Dr.ª Érica Fontes.

Fonte: Jornal Meio Norte