Médicos trocam a Argentina pelo Brasil e provocam revolta de governador

Médicos trocam a Argentina pelo Brasil e provocam revolta de governador

O salário dos médicos esta entre os 10 e 27 mil pesos.Médicos estariam deixando o país por salários de cerca de R$ 10 mil ( 40 mil pesos)

O governador da província de Misiones, Maurice Closs, acusou os médicos que pediram licença para ir ao Brasil em busca de melhores salários de ter um "duplo standard moral".

Closs acusou médicos argentinos de tirar licenças médicas para ir ao Brasil e disse que eles poderão perder as licenças na Argentina.

Segundo jornais locais, o êxodo começou no ano passado e obrigou o governo de Misiones a fazer convocatórias públicas para restituir o serviço em vários hospitais da região.

Durante um ato público, o governador disse "que a situação não será admitida" e ameaçou os médicos.

O salário dos médicos na província argentina estaria, segundo a imprensa local, entre os 10 e 27 mil pesos. Muitos médicos estariam deixando o país por salários de cerca de R$ 10 mil (em torno de 40 mil pesos).

Diante da falta de profissionais nas regiões mais remotas do país, o Brasil vem abrindo as portas para profissionais de Cuba, Espanha e da Argentina com o intuito de solucionar os graves problemas que o serviço de saúde pública brasileiro vem atravessando.

Uma das 23 províncias argentinas, Misiones é conhecida pelo lado argentino da atração turística das Cataratas do Iguaçu, fazendo fronteira, no Brasil, com o estado do Paraná.

Fonte: Clarin