Menina de 11 meses morre após ser atropelada pelo próprio pai em SP

A mãe abria o portão e também não viu a movimentação da filha.

Uma criança de 11 meses morreu após ser atropelada pelo próprio pai neste sábado (28) em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, o comerciante Jhoney da Silva Lima, de 32 anos, entrava na garagem de seu estabelecimento e não percebeu quando a menina engatinhou para a frente do carro. A mãe abria o portão e também não viu a movimentação da filha.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Sede da cidade, o caso aconteceu na Avenida Rocha Pita, no bairro Jardim Trevo, por volta das 13h. A criança ainda foi socorrida com vida, levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Jardim Samambaia e depois transferida para o Hospital Irmã Dulce, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, perto das 18h.

Segundo o delegado Alexandre Comin, que registrou a ocorrência, o pai deve ser indiciado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Ele explica que, neste caso, caberia o flagrante, mas o Código de Trânsito Brasileiro estabelece que quando a vítima é socorrida pelo motorista, o flagrante cai. “Será instaurado um inquérito, os pais da criança vão ser chamados para depor posteriormente, mas, neste caso, caberá o perdão judicial”, conclui.

Fonte: G1