Menina de 2 anos morre de meningite e pais postam foto chocante

A campanha quer chamar atenção do governo

Os pais da pequena Faye Burnett ficaram sem chão quando sua filha de apenas dois anos morreu por conta da meningite. A doença se manifestou rapidamente e em apenas 11 dias Faye veio a óbito.

Após os dias de luto os pais de Faye resolveram compartilhar uma imagem da menina lutando pela vida em uma tentativa de chamar atenção para que a vacina contra a meningite B seja aplicada a todas as crianças da Inglaterra, e não apenas aos bebês, assim evitar que os meninos e meninas sejam abatidos pela forma mais mortal de manifestação da doença.

A família da criança percebeu que algo estava errado quando a criança desenvolveu uma ferida na testa no início do mês. Seus pais a levaram ao hospital, onde o estado de saúde da menina piorou. Segundo, Jenny mãe da garotinha, o coração da pequena chegou a parar quando ela estava sendo transferida de hospital em uma ambulância.

A imagem foi compartilhada para chamar atenção das autoridades (Crédito: Reprodução)
A imagem foi compartilhada para chamar atenção das autoridades (Crédito: Reprodução)


Com o passar dos dias, a saúde de Faye melhorou. No entanto, ela sofreu uma complicação comum associada à meningite B, uma infecção geral do organismo, ou sepse. Quando a condição foi detectada, os pais tiveram que aceitar que a perna e o braço de sua filha fossem amputados, mas a medida não surtiu efeito.

Após a morte de Faye, seus pais publicaram um texto no Facebook pedindo que a vacina fosse disponibilizada pelo governo. O texto rapidamente viralizou nas redes sociais, fazendo com que outras famílias que também têm crianças que sofrem de meningite compartilhassem suas histórias.

A imagem foi compartilhada para chamar atenção das autoridades (Crédito: Reprodução)
A imagem foi compartilhada para chamar atenção das autoridades (Crédito: Reprodução)


Até o momento, o pedido teve mais de 279 mil assinaturas — a quantidade exigida para que o Parlamento discuta as pautas apresentadas pela população é de pelo menos 100 mil.

Por meio da plataforma Just Giving foi criado uma campanha de arrecadação de dinheiro para o Hospital Evelina London Children's Hospital, que oferece tratamento de saúde para crianças na capital britânica.

Fonte: Com informações do R7