Menino cai em bueiro e morre em MG

As duas últimas vítimas foram uma mulher não identificada, cujo corpo foi encontrado em Belo Horizonte

O número de mortes causadas por alagamentos e deslizamentos em Minas Gerais subiu para 27, de acordo com boletim divulgado nesta sexta-feira (23) pela Defesa Civil. Os registros são feitos desde setembro, quando começou a temporada de chuvas no estado.

As duas últimas vítimas foram uma mulher não identificada, cujo corpo foi encontrado em Belo Horizonte, e um menino de 5 anos, que foi arrastado pela enxurrada e caiu em um bueiro, na quinta-feira (22), na cidade de Tiros. O corpo dele foi encontrado nesta madrugada.

No total, 101 municípios mineiros decretaram situação de emergência por causa dos temporais. Desde setembro, quase 790 mil pessoas foram prejudicadas pelas enchentes e desmoronamentos.

Defesa Civil informa que, no mesmo período, 8.709 pessoas ficaram desabrigadas (tiveram que sair de suas casas e seguir para abrigos públicos) e 85.294, desalojadas (foram para casas de parentes e amigos). Mais de 25 mil residências foram destruídas.

Estragos em Belo Horizonte

Na quinta-feira, choveu forte durante quase uma hora em Belo Horizonte e foi o suficiente para causar estragos. O Ribeirão Arrudas transbordou pela segunda vez em apenas um mês. Casas foram inundadas e carros, arrastados.

Os bombeiros usaram helicópteros para resgatar pessoas que ficaram ilhadas na correnteza. Dois homens se agarraram a postes de placas de sinalização para escapar da correnteza. Outro subiu no carro.

Os moradores da região já haviam tido prejuízo no réveillon. Nesta sexta-feira, a água baixou e é possível perceber que o asfalto foi arrancado em alguns pontos.

Fonte: g1, www.g1.com.br