Menino com doença grave está há meses sem cuidados

A fenilcetonúria é uma doença genética, que faz com que os alimentos que tenham uma substância chamada fenilalanina intoxique o cérebro

Cássio José de Sousa, de 13 anos de idade, da cidade de Pedro II, sofre de fenilcetonúria, e seu tratamento é feito com uma alimentação isenta de fenilalanina, que ele consegue na Farmácia de Medicamentos Excepcionais. O menino, no entanto, junto com mais 15 outras pessoas que têm o mesmo problema no Estado, está há três meses sem consumir essa complementação alimentar, pois ela está em falta em Teresina.

A fenilcetonúria é uma doença genética, que faz com que os alimentos que tenham uma substância chamada fenilalanina intoxique o cérebro, causando retardo mental irreversível. As crianças que nascem com esta doença têm um problema digestivo no fígado em que o aminoácido presente na proteína dos alimentos, a fenilalanina, gera uma substância que é ?venenosa ?. O retardo mental causado pela ingestão de alimentos com fenilalanina é irreversível nos fenilcetonúricos.

As fórmulas usadas pelo garoto são a Rilla III e PKU, mas nenhuma delas está disponível na farmácia. Por causa disso, a mãe de Cássio, Adriana Sousa, junto com outras mães, entrou com ação junto ao Ministério Público do Estado, para conseguir o direito de ter novamente a fórmula para tratamento do seu filho, mas ainda não obteve resultado.

A mãe do menino afirma que essa demora em adquirir a fórmula preocupa, pois são poucos os alimentos que ele pode consumir. ?Ele não pode comer carne vermelha, aves, peixes, leite nem derivados. São poucas as coisas das quais ele pode se alimentar e por isso ele precisa conseguir essa fórmula. Ele já teve, inclusive, uma crise convulsiva e isso me deixa muito preocupada, mas eu ligo para a farmácia toda semana e eles sempre dizem que ainda está em falta?, pontuou.

A Secretaria de Estado de Saúde informa que montou uma força tarefa para resolver o problema da falta de alguns medicamentos (15 de um total de 150) disponibilizados pela Farmácia de Medicamentos Excepcionais, dentre eles o destinado ao tratamento da Fenilcetonúria. No caso específico, a Sesapi informa que já comprou o medicamento e aguarda agora a entrega por parte da empresa contratada, o que deve acontecer em dez dias.

Fonte: Pollyana Carvalho