Mercado do Dirceu Arcoverde recebe nova cobertura em Teresina

A área dos verdureiros e fruticultores também foi contemplada

Depois de sete anos de espera e de inúmeras solicitações através de ofícios, visitas e audiências públicas, finalmente os permissionários do Mercado do Dirceu Arcoverde I foram atendidos. Estamos falando da cobertura da Praça de Alimentação e da área dos verdureiros e fruticultores. Eles acabam de re-ceber, já concluída, toda a cobertura dessas áreas e estão comemorando, pelo fato de o sol não atrapalhar mais as vendas.

“Há sete anos tínhamos essa reivindicação e estamos satisfeitos e alegres em trabalhar em um local menos quente. Antes, era quase impossível ficar na praça de alimentação, principalmente no horário da tarde. Os permissionários estão trabalhando com mais tranquilidade. O sol afastava muita gente”, comenta a permissionária e secretária da

Associação dos Comerciantes do Mercado do Dirceu I, Lourdes Andrade. Ela, que já foi por duas vezes a presidente da entidade e conseguiu, ao longo de seus mandatos, vários benefícios, através da Prefeitura de Teresina, para o mercado. Ela conta que, de quebra, os permissionários também ganharam a iluminação, que veio com a cobertura.

“Além de estarmos na sombra, à noite a praça de alimentação fica iluminada, podendo as famílias frequentarem o local, com mais tranquilidade. Até o clima entre os feirantes melhorou”, acrescenta Lourdes Andrade. Ela diz ainda que também está em fase de finalização a reforma do Centro de Produção do Mercado do Dirceu I, com a instalação de forro, janelas, portas, tela para proteção contra os pombos, que invadiam os ateliês de costura e sujavam tudo, e ainda a climatização. No lugar de janelas, existiam combogós, por onde os pombos também entravam. Agora, elas são de vidro e o forro de PVC, com tela de proteção, dentro do forro.

A Ana Lúcia Lima de Brito é dona de uma lanchonete, na Praça de Alimentação do Mercado do Dirceu I, e diz que depois da instalação da cobertura, os clientes se sentem mais à vontade e até no período da tarde, aparece alguém para lanchar ou tomar uma cerveja.

“Notei que as famílias estão frequentando mais a praça de alimentação, depois da instalação da cobertura. Só falta mesmo acabar essa crise para melhorar as vendas, que estão um pouco fracas, neste ano de 2015. Fora isso, só temos a comemorar”, diz a permissionária. O vendedor de frutas e verduras, Edson Gomes dos Santos, diz que depois da cobertura na área de frutas e verduras, tudo ficou melhor. “Antes tínhamos uma cobertura sustentada por ferros e estes já estavam corroídos pelo tempo, além de ser uma cobertura muito baixa e antiga e corria o perigo até de desabar”, diz o feirante, acrescentando que o clima é outro. “Depois da cobertura, o local ficou mais ventilado, porque é uma cobertura alta e permite a circulação de vento. Só falta mesmo aumentar a clientela, porque com essa crise, as vendas estão fracas”, observa Edson Gomes.

Fonte: Lindalva Miranda