Metodologia Multicritério será aplicada na Segurança do Piauí

Metodologia aplicada atuará no processo de gestão estratégica

Salvar Vidas. Pensando nisso, a Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP) realizou nesta quarta-feira (11) uma reunião na sede da secretaria em que o consultor em Segurança, Izaías Otacílio da Rosa, apresentou a Metodologia de Multicritério em Apoio à Decisão (MCDAD) para o secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu e o alto comando das polícias do estão. A metodologia foi utilizada em Santa Cataria como forma de melhorar a estratégia e a tomada de decisões em segurança e o estudo serviu de subsídio para apoiar decisões da alta gestão da segurança pública, tornando-as mais técnicas e eficientes.

A reunião contou com a presença de técnicos da Secretaria de Segurança e das forças polícias do estado como também do delegado geral de Polícia Civil, Riedel Batista; o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Augusto e o subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel José Leonardo Drumond.

O processo de gestão estratégica desenvolvido pela metodologia no setor de segurança pública utiliza ferramentas de controle que auxiliam na tomada de decisões. Segundo o consultor, Izaías Otacílio da Rosa, “a metodologia é uma forma de estruturar o planejamento para ambientes extremamente complexos, como a própria segurança pública no Brasil que é permeada por diversas dúvidas e diversas consequências”.

Otacílio informa ainda que, com a dinâmica da metodologia de multicritério, o trabalho acontecerá em pelo menos quatro etapas. “A primeira etapa diz respeito ao desenvolvimento de um grande modelo de avaliação de desempenho da estrutura de Segurança Pública do Piauí. A partir desse modelo, será possível definir que estratégias que aloquem o esforço da polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, ou seja, através da Secretaria de Segurança Pública será possível definir esforços e estabelecer como deverão ser tratados. A partir desse modelo, tem início a fase dois, vamos disponibilizar um software para que o desempenho das instituições possa ser mensurados em tempo real através de um aparelho web ou através do web site”, disse o consultor.

Atualmente, cada vez mais os gestores de segurança têm sido forçados a tomar decisões difíceis em ambientes altamente desfavoráveis, sem ter a noção correta dos riscos envolvidos. As responsabilidades e os deveres do governo em relação ao bem público exigem a adoção de práticas e estratégias eficazes de gestão de riscos.

De acordo com o secretário de Segurança, Fábio Abreu, com a ferramenta é perfeitamente viável você saber que em determinada área, quais são as suas dificuldades, quais são seus indicadores. “Nós teremos essa capacidade com essa metodologia. Então é fundamental que nós tenhamos em aplicação já esse projeto que faz parte de um todo que estamos elaborando que é o Plano de Segurança Pública”, afirma o gestor.

Com a metodologia de trabalho implementada, o secretário Fábio Abreu afirma que “é capaz de dizermos qual área, qual bairro, qual região nós temos um índice maior de roubo. Aquela dúvida que nós tivermos, as perguntas que nós pudermos fazer em relação a segurança pública a ferramenta vai poder nos dizer”.

Fonte: Com informações do Portal do Governo