Microsoft é a primeira grande companhia a investir em maconha

Os planos da Microsoft incluem ampliar os serviços para o governo

A Microsoft, companhia do homem mais rico do mundo, Bill Gates, decidiu quebrar o tabu e ser a primeira grande empresa a investir em um mercado que se mostra cada vez mais lucrativa: a indústria da maconha. A empresa acaba de fechar negócio com a startup Kind, dona de um aplicativo que rastreia mudas e sementes legais da planta para a venda com fins medicinais e recreativos.

Image title

O aplicativo -- agora pertencente ao grupo Microsoft -- ajuda no mapeamento da produção da cannabis e indica os canais legais de compra. Com o negócio, a Microsoft se tornou a primeira grande empresa a investir na indústria da maconha, que até então atraía empresários e investimentos de pequenos bancos e investidores.

"Nós realmente achamos que vai acontecer um crescimento significante em pouco tempo", disse Kimberly Nelson, diretora executiva da área de Soluções da Microsoft. "Ao passo que a indústria está sendo regulamentada, mais transações vão acontecer e novas ferramentas serão demandadas."

Os planos da Microsoft incluem ampliar os serviços do Kind para o governo, de olho na tendência de cada vez mais estados legalizarem a maconha. A companhia pretende oferecer uma divisão de "soluções governamentais", com software exclusivo para o acompanhamento e fiscalização da produção e venda para os estados.

Fonte: Com informações do Brasil Post