‘Minhas lágrimas nunca vão secar’, diz ex-marido de Amy

‘Minhas lágrimas nunca vão secar’, diz ex-marido de Amy

Blake Fielder-Civil admitiu que foi ele quem iniciou Amy Winehouse no mundo das drogas pesadas

Blake Fielder-Civil ficou inconsolável neste sábado, 23, ao saber da morte da ex-mulher, a cantora Amy Winehouse, por intermédio de funcionários da prisão onde está detido na Inglaterra. ?Estou inconsolável. Minhas lágrimas nunca vão secar. Eu nunca mais vou sentir por alguém o amor que eu senti por ela. Todo mundo que me conhece e conhecia a Amy sabia da profundidade do nosso amor. Eu não posso acreditar que ela está morta?, disse Blake ao tablóide inglês ?The Sun?.

Chocado com a notícia, Blake Fielder-Civil passou a noite em claro e recebeu visita da atual namorada Sarah Aspin, mãe de seu filho recém-nascido Jack e que fez 33 anos no dia em que Amy morreu. Sarah teria dito ao jornal que, durante sua visita, Blake chorou muito pela morte da cantora e por não ter conseguido ajudá-la. Funcionários da candeia de Leeds Armley teriam sido orientados a manter Blake sobre constante vigilância.

"Ele estava devastado e destruído, não conseguia acreditar que Amy estava morta e que ele nunca mais poderá vê-la novamente. Blake me ligou no sábado depois que as autoridades da prisão lhe disseram que ela tinha morrido. Eu simplesmente não conseguia consolá-lo. Ele estava em estado de choque. Blake é o pai do nosso filho, mas eu vi ele e Amy juntos e eu sei que eles eram realmente apaixonados e que eram almas gêmeas. Ela sempre o amou e ele sempre a amou, mas os dois juntos nunca ia dar certo. Basicamente, eles não poderiam viver um com o outro mas também não conseguiriam viver um sem o outro. É difícil para mim saber que ele ainda a amava, mas eu entendo seus sentimentos", contou Sarah Aspin ao ?The Sun?.

A mãe do filho de Blake continuou: ?Acho que Amy não conseguia superar o fato de que Blake e eu termos um filho. Isso foi um golpe muito duro para ela. Apesar de todos os seus problemas, Amy teria sido uma mãe fantástica. O que aconteceu é muito trágico. Um desperdício absoluto."

Em entrevista dada em 2008, Blake Fielder-Civil admitiu que foi ele quem iniciou Amy Winehouse no mundo das drogas pesadas. Revoltados com a morte precoce da cantora neste sábado, 23, fãs culparam no Twitter o ex-marido dela.

"Cometi o maior erro da minha vida ao usar heroína na frente dela. Eu a apresentei a heroína, crack e automutilação. Crack é a pior das drogas. Você fica paranóico, descompensado e totalmente desconfiado dos outros. Você pode ficar dependente rapidamente. A primeira vez que Amy usou crack, ela me pediu. Eu estava fraco e viciado e deixei-a experimentar. Começamos a usar tanto quanto heroína. Aí nossas vidas desmoronaram", disse ele, na época.

Fonte: g1, www.g1.com.br