Ministério do Trabalho entra com ação contra empresa de cosméticos

A empresa Iap Cosméticos diz que está preservando o seu patrimônio

O Ministério do Trabalho do Piauí entrou com pedido de tutela antecipada contra a empresa Iap! Cosméticos, por violar bolsas e pertences dos funcionários no local de trabalho. A acão foi ajuizada na 3ª Vara do Trabalho de Teresina e a juíza Ana Lígia Fortes do Rêgo atendeu ao pedido do MPT e a empresa foi condenada a interromper as revistas sob pena de multa de R$ 5 mil, caso haja descumprimento, a multa será revertida às funcionárias prejudicadas.

A empresa Iap! Cosméticos diz que está preservando o seu patrimônio ao realizar as revistas aos funcionários, mas para o Ministério Público a prática é ilegal e os trabalhadores estão amparados na Constituição Federal e na CLT, Consolidação das Leis do Trabalho.

Assista a matéria completa exibida no programa Agora na Rede MN:

Fonte: Marcos Moraes