Ministério Público: Médicos do HUT tentam acordo hoje

O grupo de 22 médicos chegou a fazer um pedido de demissão coletiva junto à Prefeitura.

Está marcada para 9h de hoje uma reunião no Ministério Público Estadual entre os médicos intensivistas do Hospital de Urgências de Teresina, a direção do hospital e representantes do MP. O objetivo é elencar os pontos principais que constam nas reivindicações dos médicos que trabalham nas UTIs do local, que há meses reivindicam melhores condições de trabalho.

A denúncia é de que a falta de condições básicas de trabalho nas UTIs e a alta procura obrigam os médicos a escolher os pacientes que receberão tratamento intensivo e os que permanecem na espera por uma vaga. O grupo de 22 médicos chegou a fazer um pedido de demissão coletiva junto à Prefeitura na última segunda-feira (22).

A direção do HUT reconhece os problemas do setor de UTIs, mas afirma que esse cenário é fruto de uma deficiência nacional.

*Matéria completa no Jornal Meio Norte de Hoje

Fonte: Dowglas Lima