Ministério Público pede bloqueio de contas de 21 prefeituras no PI

O TCE-PI acatou por unanimidade à solicitação do Ministério Público

O Ministério Público de Contas solicitou à Corte do Tribunal de Contas do Piauí que fossem bloqueadas as contas bancárias de 21 prefeituras e 12 câmaras municipais. Segundo o MPC, as prefeituras e as câmaras se encontram inadimplentes na prestação de contas referente ao mês de junho deste ano. O TCE-PI acatou por unanimidade à solicitação do Ministério Público. 

Prefeituras com contas bloqueadas: Amarante; Aroeiras do Itaim; Barreiras do Piauí; Bertolínia; Campo Alegre do Fidalgo; Curimatá; Dirceu Arcoverde; Flores do Piauí; Lagoa Alegre; Luzilândia; Monsenhor Gil; Novo Oriente do Piauí; Padre Marcos; Passagem Franca do Piauí; Pavussú; Redenção do Gurguéia; Ribeira do Piauí; Santa Luz; Santo Antonio dos Milagres; São José do Divino e Socorro do Piauí.

Câmaras com contas bloqueadas: Amarante; Caracol; Caxingó; Corrente; Cristalândia do Piauí; Fartura do Piauí; Gilbués; Miguel Alves; Monte Alegre do Piauí; Nova Santa Rita; Parnaíba e Rio Grande do Piauí.


Fonte: Portal Meio Norte