Ministério Público recebe denúncia contra hospital de Palmeirais

O Caso vai se somar aos mais de 10 processos

A família de Manoel Pereira de Araújo,  idoso de 103 anos que foi transportado na carroceria de um caminhão por falta de ambulância no município de Palmeirais, procurou o Ministério Público para denunciar a negligência. O caso ganhou repercussão nas redes sociais e chocou a população do município.

Além de não ter ambulância, no hospital não havia medicamentos, alimentação , água nos banheiros e sequer uma máscara de proteção. O Caso vai se somar aos mais de 10 processos já em andamento no Ministério Público.

De acordo com a promotora Juliana Noleto, várias denúncias contra o hospital já chegaram ao conhecimento do órgão. Segundo ela, o Ministério Público fez inspeções no local e constatou as irregularidades, o que gerou a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta em janeiro de 2016.

O prazo para que os gestores públicos se alinhassem ao Termo de Ajuste de Conduta se esgotou e, agora, o Ministério Público vai agendar novas vistorias. “Caso a gente constate que as irregularidades continuam, nós vamos tomar medidas judiciais. É constrangedor casos  como esses chegarem até a nós, mas, infelizmente, é isso que acontece em Palmeirais”.

No caso específico do idoso Manoel Pereira de Araújo, a promotoria vai abrir um processo para investigar a denúncia da família. A neta do idoso, Mary Carvalho, afirma que denunciou o caso porque ficou estarrecida com a situação do hospital. “É muito desumano. O que aconteceu com o meu avô eu não quero que aconteça com ninguém”, diz. 

Fonte: Com informações da Ascom