Ministério Público vai combater venda de álcool para crianças e adolescentes

A ação objetiva fiscalizar e coibir a venda de bebidas alcoolicas para menores de idades

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (17) DO JORNAL MEIO NORTE

O Ministério Público do Estado, com a ajuda de várias outras instituições, irá fiscalizar estabelecimentos comerciais que vendem bebida alcoólica, com o objetivo de coibir a comercialização desse produto entre crianças e adolescentes. Eles são proibidos, por lei, de vender bebidas alcoólicas para pessoas nessa faixa etária, no entanto, a legislação não é respeitada nem na capital e nem nos demais municípios do Estado.

A ação faz parte da campanha Adolescência Sem Álcool, que foi laçada essa semana, pelo MPE, que visa conseguir, de forma integrada com todos os órgãos que fazem parte da rede de proteção à criança e ao adolescente, coibir o consumo de álcool nessa faixa etária. “Hoje essas crianças e adolescentes tem o consumo de álcool facilitado dentro da sua própria casa, pelos próprios pais. E isso é muito nocivo, pois sabemos que o álcool pode levar a coisas piores, por isso a necessidade de combater essa prática”, disse o promotor de Justiça, Glécio Setubal.

A fiscalização se dará com a ajuda da Polícia, da Justiça e dos Conselhos Tutelares da capital. Todos os estabelecimentos que comercializam bebidas alcoólicas deverão ser fiscalizados, desde os menores, até os maiores. “Vamos nos pequenos estabelecimentos da periferia, mas também nos grandes da zona Leste, onde nós sabemos que um número muito grande de pessoas passam por lá todos os dias e principalmente nos finais de semana”, garantiu.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Pollyana Carvalho