Ministro de Minas e Energia declara que as tarifas de eletricidade vão subir de 20% a 25% em 2015

O ministro também afirmou que a presidente da Petrobras liderará o processo de transparência na estatal, abalada por um escândalo de corrupção.

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou que as tarifas de eletricidade vão subir de 20% a 25% este ano, como forma de dar sustentação ao setor.


Em entrevista ao canal de TV paga Globonews, veiculada na quinta-feira (15), o ministro disse também que a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, continuará no cargo.

"Temos que esperar a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A Aneel no dia 20 decide o valor do reajuste", disse Braga.

Ele acrescentou ainda que o índice "será aquilo que for necessário para termos fonte de financiamento ao setor elétrico que garanta ao investidor que ele pode investir e terá retorno de seu capital e que o Brasil terá um sistema elétrico robusto e com preço justo."

Na quarta-feira, Braga havia afirmado durante uma série de comentários a jornalistas que o aumento médio nas tarifas de eletricidade do país em 2015 ficará abaixo de 40%.

O ministro também afirmou que a presidente da Petrobras liderará o processo de transparência na estatal, abalada por um escândalo de corrupção.

"O que nós podemos garantir é que a governança e gestão dentro da Petrobras está avançando firmemente. Não há nenhuma prova que possa sequer insinuar qualquer tipo de envolvimento da doutora Graça com os malfeitos que aconteceram dentro da Petrobras", disse Braga.

Ele disse que "ela é a pessoa adequada (para liderar o processo de melhora de governança) porque é competente e conhece o sistema Petrobras como poucos."

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Uol