Moacyr Scliar visita Casa Meio Norte do empresário Paulo Guimarães

Scliar foi recebido pelas 680 crianças e adolescentes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental na Casa Meio Norte

Uma educação que rompeu barreiras e limites. Localizada em uma das áreas mais pobres e violentas da cidade, mas alcançando vitórias e índices superiores a de escolas particulares das zonas mais nobres de Teresina, a Escola Municipal Casa Meio Norte ganhou fama país afora e prova todos os dias porque hoje é referência em educação não só para o Piauí.

As conquistas são muitas. A nota 5.9 alcançada ainda em 2007 no último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) era a meta para o final deste ano. Hoje, o pensamento é ainda mais audacioso; ultrapassar a meta já de 2011. Foram conquistas como estas que elevaram o nome da escola a um patamar nunca antes alcançado.

A prova vem através das visitas. Nomes renomados de escritores e autoridades do país inteiro já vieram ao Piauí para visitar e conhecer de perto a metodologia utilizada na escola. Outros estados, inclusive, já colocaram no seu Plano de Desenvolvimento Educacional (PDE) uma visita à Casa Meio Norte.

Ontem, foi a vez de um dos maiores escritores da atualidade no Brasil, autor de mais de setenta livros, entre crônicas, contos, ensaios, romances e literatura infanto-juvenil e ocupante da cadeira 31 da Academia Brasileira de Letras (ABL), conhecer na prática o que já sabia na teoria. Moacyr Scliar resumiu em uma palavra o seu sentimento, ?deslumbramento?.

?Vim do Sul com aquela imagem de pobreza do Nordeste e quando chego aqui encontro essa escola vibrante. Estou deslumbrado e são situações como esta que cada vez mais me fazem acreditar que o país tem jeito. Parabéns a todos que de alguma forma trabalham para que isso aconteça. Vi aqui coisas extraordinárias que são exemplos para todo o Brasil?, comenta.

Scliar foi recebido, como de praxe, pelas 680 crianças e adolescentes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental com muita festa. Moacyr cantou, dançou e, claro, se emocionou. Emoção, por sinal, é o primeiro sentimento que todos sentem quando chegam a Casa Meio Norte. Para Ruthnéia Vieira, coordenadora pedagógica, visitas como essa são de extrema importância para os alunos.

?Quando elas veem de perto escritores de fama nacional e até internacional se sentem mais valorizadas e estimuladas. Essas visitas elevam a autoestima de todos. Elas conseguem vislumbrar seus escritores. Isso só mostra como a escola é bem frequentada e mostra o valor que eles têm país afora?, justifica a coordenadora.

A visita foi completa. Scliar foi recebido por todos que fizeram questão de externar sua alegria. Músicas foram cantadas e logo depois o escritor foi conhecer as dependências da escola. Ficou encantado com os 380 livros lançados pelas crianças ainda este ano. O pequeno Anderson de Oliveira, hoje com 12 anos, chamou a atenção do escritor. ?Ele é um talento nato?, afirmou.

Anderson conseguiu resumir em um único poema o sentimento de todos que estudam e trabalham nessa escola da periferia. ?Um espaço pequeno,/ um espaço seguro,/ um espaço sereno,/ um espaço de futuro./ Um espaço maravilhoso,/ um espaço de paz,/ um espaço carinhoso,/ que o pensamento refaz. /Um espaço onde a imaginação brinca,/ um espaço onde todo mundo ginga./ Um espaço de vida e de amor,/ um espaço de qualificação do professor,/ um espaço que ao mesmo tempo é grande/ e que conquista o coração./ Quero que todo mundo anote que esse espaço/ nada mais é que o espaço Casa Meio Norte?.

Fonte: Marcos Prado, Jornal Meio Norte