Modelo de 24 anos morre durante implante de silicone nos seios

Família acusa médico, que ainda não se manifestou sobre o caso.

Uma modelo de 24 anos morreu após iniciar o procedimento cirúrgico para colocar prótese de silicone nos seios, no Hospital Buriti, no Parque Amazônia, em Goiânia, no sábado (1). Louanna Adrielle Castro Silva é de Jataí, no sudoeste de Goiás, e foi eleita Miss Jataí Turismo em maio deste ano. Segundo a família, ela sonhava com a cirurgia.



Segundo o cunhado da vítima, Leandro Cabral, a modelo já tinha feito o procedimento na mama direita, mas sofreu uma parada cardíaca ao receber a prótese na mama esquerda. Sem Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no hospital, a jovem teve de ser encaminhada para outra unidade, mas não resistiu. ?O médico nos disse que a cirurgia era simples e que, se acontecesse alguma coisa, tinha uma UTI bem pertinho. Nos sentimos seguros?, disse o cunhado.

Segundo a família, o médico tem uma clínica em Jataí e outra em Goiânia, mas costuma operar no Hospital Buriti, na capital. Ele não atende no local, somente realiza cirurgias e, por isso, não teria como encontrá-lo. Na clínica em Jataí, o telefone não atendeu.

O cunhado disse também que, antes de fazer a cirurgia, os exames mostraram que a jovem era portadora de uma arritmia cardíaca, mas, segundo ele, o médico não informou os problemas que isso que poderia causar: ?Nós descobrimos depois?. Além disso, o laudo sobre a causa da morte de Louanna também revoltou a família. O documento diz que a jovem era usuária de entorpecentes e, por esse motivo, teria sofrido as paradas cardíacas. A família contesta a versão e disse que solicitou uma autópsia detalhada ao Instituto Médico Legal (IML). ?Ela não bebia nem cerveja, somente água mineral?, afirma Leandro.

O caso foi registrado no 5º Distrito Policial de Goiânia. A modelo foi enterrada na noite de domingo (2), no Cemitério São Miguel, em Jataí.

Fonte: G1