Moradores da Vila Irmã Dulce podem perder casas para justiça

Vila Inrmã Dulce é uma das maiores de Teresina e um exemplo clássico de uma ocupação que foi estruturada, mas que faltam documentos aos moradores

A Vila Inrmã Dulce é uma das maiores de Teresina e um exemplo clássico de uma ocupação que foi estruturada, mas que faltam documentos aos moradores que comprovem a posse de suas áreas. Sem o título, os moradores ficam reféns de perderem seus imóveis na justiça.

Uma moradora da Vila Irmã Dulceque concedeu entrevista ao jornalista Ricardo Moura Fé, mas que preferiu não ser identificada na matéria, confirma essa realidade. ?Eu tenho a documentação só da casa, do terreno não tenho não. Já fui atrás desse título do terreno, mas disseram que só entrega para todo mundo então só tenho da casa, quitada pela Cohab?, declara.

A falta de documentação dos terrenos causa instabilidade na Vila Irmã Dulce. Tanto, que uma boa parte dos moradores colocou a casa à venda. ?A tem muito medo, porque é um problema que a Prefeitura é que tem que resolver. A gente pensa em vender a casa aqui e comprar em outro lugar que tenha o terreno regular, mas aí as pessoas sabem do problema das casas aqui e não querem comprar. Mas muitas pessoas estão vendendo?, conta um pai de família que mora na Vila Irmã Dulce.

A ameaça de despejo está no subconsciente da população e, segundo o vereador Antônio José Lira, ao contrário do que falam, só algumas liminares foram derrubadas. A situação ainda é muito delicada.

?A população sofre um terrorismo, a Prefeitura não se posiciona e nós montamos uma comissão de vereadores e cobramos da Prefeitura para que nos dê o relatório de como está a situação de cada Vila de Teresina. Porque hoje a própria denominação, em região consolidada ou não gera dúvida?, destaca o vereador.

Fonte: Marcilany Rodrigues