Moradores pedem demolição da chaminé da Vila da Paz, na zona Sul

Moradores pedem demolição da chaminé da Vila da Paz, na zona Sul

Segundo os moradores, quando chove é possível ver a chaminé balançar e a população fica com medo de que ela desabe

A chaminé de 35 metros, de uma antiga fábrica de cerâmica instalada na Vila da Paz, na zona Sul de Teresina completa 95 anos e a população, com medo da estrutura antiga e a base fragilizada da torre, pede para que a Prefeitura de Teresina faça sua demolição.

Segundo os moradores, quando chove é possível ver a chaminé balançar e a população fica com medo de que ela desabe sobre as suas casas. Alguns ainda relatam que a chaminé possa ser "mal-assombrada".

O superintendente de Desenvolvimento Urbano Sul, Edson Melo (SDU-Sul), afirmou que a prefeitura está esperando um laudo do CREA-PI (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí) para que o órgão possa tomar as devidas decisões.

Segundo ele, o prefeito Firmino Filho (PSDB), declarou que a Vila da Paz está passando por um processo de revitalização e que as famílias que ali residem serão transferidas para outro lugar e o seu desejo é que a a chaminé seja restaurada e se transforme em um patrimônio histórico da cidade, já que ela está fixada na região antes mesmo do surgimento da vila.

Ainda de acordo com Edson Melo, foi feito uma pesquisa de preços entre empresas da capital para que pudessem demolir a chaminé, onde uma chegou a pedir até R$ 100 mil pelo serviço.











INFORMAÇÕES VIA FLASH DO REPÓRTER WALTERES ARRAES

Fonte: Waldelúcio Barbosa