Moradores pedem fim da violência na zona Sul em Caminhada pela Paz em Teresina

Moradores pedem fim da violência na zona Sul em Caminhada pela Paz em Teresina

Moradores pedem fim da violência

Os moradores do Residencial Mário Covas estão assustados com a onda de violência no local. Eles são vítimas de assaltos diariamente, a qualquer hora do dia ou da noite. Para chamar a atenção para a necessidade da paz na região, a direção da Escola Municipal H. Dobal realizou a quarta edição da sua Caminhada pela Paz.

Elisângela Leão de Sousa, que tem um filho estudando na escola, conta que fez questão de participar do evento, para pedir paz para o residencial. “Esta é a primeira vez que participo e acho uma ação muito boa. A nossa região está muito perigosa e precisa de iniciativas como essas. Nós estamos sendo assaltadas em qualquer lugar, no meio da rua, dentro de casa, a qualquer hora do dia”, relatou.

Já Maria do Nascimento, que também mora no residencial e participou da caminhada, reclama da falta de policiamento na região. “Eles passam pelo residencial, mas não param. Não realizam uma única Blitz, não para uma única motocicleta e os bandidos ficam passeando entre nós. Nós não podemos nem sair na porta de casa que somos assaltados e a noite, eles entram nas nossas casas e roubam tudo”, reclamou.

O professor da escola, Raimundo Xavier, afirma que a caminhada, além de pregar a paz na comunidade, também faz isso dentro da escola. “Nós já vemos nossos alunos condenando atos de violência dentro da escola e pregando palavras de ordem em torno da paz. Isso é muito positivo, pois nossa escola tem alunos de seis a 14 anos de idade, uma idade boa para que esses jovens sejam disciplinados”, disse.

A professora Hirley Leão disse ainda que a caminhada serve para integrar escola e comunidade, trabalhando nas ruas, temas que são trabalhados dentro de sala de aula. “Nós trabalhamos o tema da paz dentro da sala de aula, com nossos alunos, e é importante levarmos isso para as ruas, para a comunidade”, pontuou.

A escola tem hoje mais de 600 alunos e, além do residencial Mário Covas também atende as regiões vizinhas.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Pollyana Carvalho