Morre idosa que teve de recorrer à Justiça por vaga em UTI

Familiares de Eda precisaram recorrer por três vezes à Justiça

A idosa de 75 anos que precisou recorrer à Justiça para garantir uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital carioca morreu na manhã desta segunda-feira, informou a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

Internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul do Rio, Eda Nascimento é mais um caso de peregrinação por hospitais e teve dificuldades para conseguir atendimento.

Familiares de Eda precisaram recorrer por três vezes à Justiça para conseguir sua transferência para um hospital com UTI, mas a decisão só foi cumprida na manhã de domingo, quando ela foi levada ao Miguel Couto. A causa da morte não foi divulgada.

Fonte: Terra, www.terra.com.br