Morre sexto bebê em UTI neonatal do Hospital de Ceilândia, Distrito Federal

HRC confirma morte de dois recém-nascidos por bactéria Serratia.

A assessoria do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) confirmou a morte de mais um bebê na UTI neonatal do hospital, na madrugada desta terça (9). Em dez dias, seis recém-nascidos morreram na UTI da maternidade.

A Secretaria de Saúde confirmou a morte de dois bebês por infecção da bactéria Serratia. Segundo o governo, as mortes de duas crianças estão sendo investigadas e as de outras duas crianças não têm ligação com a bactéria. Seis crianças seguem internadas. O hospital confirmou que dois bebês foram diagnosticados com a bactéria e estão sendo tratados com antibióticos.

A transmissão da bactéria ocorre principalmente por causa da falta de higiene nas mãos. A batéria Serratia causa diminuição das plaquetas no sangue, que é responsável pela coagulação. Pacientes com baixa quantidade de plaquetas estão mais suscetíveis a anemias e hemorragias.

Segundo a Secretaria de Saúde, especialistas em infecção hospitalar estão trabalhando para isolar o micro-organismo. A secretaria informou que os partos no hospital de Ceilândia vão continuar sendo realizados, mas mães e bebês não serão internados na unidade. Eles serão transferidos para outros hospitais.

Segundo a Secretaria de Saúde, não há motivo para pânico. A orientação é que as mulheres grávidas de Ceilândia continuem a procurar o hospital da região. O GDF informou que as pacientes receberão orientação sobre os procedimentos no local.

Fonte: G1