Morte por catapora é até 40 vezes maior em adultos do que em crianças

Sintomas ficam acentuados nos mais velhos e em quem tem imunidade comprometida

Portanto, para, de fato, evitar a infecção, os médicos sugerem recorrer à vacinação. Não disponível para todos na rede pública de saúde, a vacina contra a catapora pode ser adquirida em clínicas privadas ou nos CRIEs (Centros de Referências para Imunobiológicos Especiais), que tratam portadores de deficiências imunológicas, onde também as doses estão disponíveis de graça somente para pacientes.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas não estão disponíveis para todos porque os surtos de catapora não são considerados um problema de saúde pública.



Dessa forma, a vacina é indicada para profissionais que trabalham em hospitais e creches em que os pacientes possam pegar a doença, e pacientes com imunidade comprometida, como portadores de HIV.

A vacina, produzida a partir do vírus varicela zóster atenuado, é considerada eficaz, com 97% de proteção contra o vírus.

Fonte: R7, www.r7.com