Negros morrem mais do que o dobro em relação aos brancos

Negros morrem mais do que o dobro em relação aos brancos

Mapa da violência mostra que diferença é de 132%.

Os homicídios entre os negros cresceram mais do que entre os brancos nos últimos oito anos, ampliando assim a diferença que já existia entre as vítimas de mortes violentas no País. A conclusão está nos dados do Mapa da Violência 2012: A Cor dos Homicídios no Brasil, divulgado nesta quinta-feira (29) pela Seppir (Secretaria de Políticas e Promoção da Igualdade Racial).

De acordo com o estudo, entre 2002 e 2010, as taxas de homicídios entre brancos caíram de 20,6 (a cada 100 mil habitantes) para 15,5 no período, o que representa uma queda de 24,8%, enquanto entre negros, os índices subiram de 34,1 (a cada 100 mil habitantes) para 36, aumento de 5,6% no período. Com isso, a diferença das mortes entre negros e brancos aumentou no período.

Enquanto em 2002 morriam 65,4% mais negros do que brancos, em 2010 a proporção aumentou para 132,3%. Ou seja, a morte entre os negros passou a ser mais do que o dobro do que a morte violenta entre os brancos.

A ministra da Secretaria de Políticas e Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, comentou os resultados da pesquisa.

? As mortes entre os negros são sempre em maior número e principalmente entre os jovens, e são mortes que poderiam ser evitadas.

De acordo com a secretaria, os dados são preocupantes porque mostram que a vitimização negra continua evidente principalmente porque houve queda nos homicídios entre os brancos, o que não aconteceu entre os negros.

Fonte: R7, www.r7.com