Mortes em BRs no Carnaval aumentam 33% em relação a 2014

O valor da multa é de R$ 1.915,40, são 7 pontos de penalidade na CNH e o condutor pode ser preso e ter suspenso o direito de dirigir.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (19) DO JORNAL MEIO NORTE

Por: Olegário Borges

O Carnaval de 2015 registrou menos veículos nas rodovias. Quem informa é o chefe substituto da 1ª Delegacia de Teresina, Fernando Boavista, que a apontou a alta da gasolina como um dos fatores que podem ter desestimulado o teresinense a pega a estrada no feriado prolongado. Houve menos deslocamentos, mas em compensação houve quatro mortes no período - todas envolvendo motociclistas, uma delas colidindo frontalmente com outra. Uma delas em Floriano; outra entre Demerval Lobão e Monsenhor Gil; mais uma em Campo Maior e a última nas proximidades do Anel Viário, município de Teresina. Todas as vítimas haviam ingerido álcool antes do acidente. O número de mortes na estrada superou o índice de 2014, que registrou três óbitos. Também foram recuperados dois veículos e quatro armas de fogo. 19 pessoas foram detidas e 64 condutores pegos no teste do bafômetro.

Apesar de menos veículos nas estradas, o número de infrações não reduziu e se manteve na média esperada para o período. "As pessoas se deslocaram em quantidade mais reduzida e não houve aquele contingente que era tão comum em feriados prolongados. Entretanto, os condutores permaneceram fazendo imprudências na pista, especialmente ao misturar álcool e direção", define Fernando Boavista. O militar acreditar que o motorista não está mais consciente que no passado, mas que deverá se comportar após sentir no bolso o efeito das multas aplicadas. O valor da multa é de R$ 1.915,40, são 7 pontos de penalidade na CNH e o condutor pode ser preso e ter suspenso o direito de dirigir.

"Os condutores sentirão no bolso os valores das novas multas a partir de agora. Foram feitos alguns reajustes e as infrações estão pesando mais para o condutor. Infelizmente a melhor maneira maneira de educar os motoristas é penalizando com algo que ele sinta em seu dia a dia. Com o novo valor das multas, que inicia a partir de R$ 900, talvez no próximo ano o condutor repercuta alguma responsabilidade no trânsito", informa o chefe Fernando Boavista.

Fonte: Olegário Borges