Mortos pela chuva no Nordeste chegam a 44

Mais dois corpos foram encontrados em Água Preta, em Pernambuco

Os mortos pela chuva no Nordeste chegaram a 44 na manhã desta quarta-feira (23). De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil de Pernambuco por volta das 9h duas vítimas passaram a fazer parte da lista. Elas foram encontradas no município de Água Preta.

No início da noite de terça-feira (22), a 13ª pessoa foi encontrada morta em Barreiros e na manhã desta quarta a Defesa Civil somou mais duas em ÁguaPreta.

Recife foi a cidade onde mais choveu em todo o Estado pernambucano. A média esperada para o mês de junho era de 389 mm. Nos últimos três dias, choveu 248,2 mm. A coordenadoria de Defesa Civil do Estado informou que até terça-feira, 54 municípios foram afetados pelas chuvas, dos quais 30 estão em situação de emergência e outros nove estão em estado de calamidade pública, como Água Preto, Barra de Guabiraba, Barreiros, Correntes, Cortês e Jaqueira.

De acordo com o último baçanço, há 17.808 pessoas desabrigadas e 24.552 desalojadas. No Estado, já foram distribuídas mais de 243 toneladas de donativos para as cidades atingidas.

Após a chuva que atinge Alagoas desde a última quinta-feira (17), o Estado ainda tem pelo menos 607 pessoas desaparecidas. A informação foi dada pelo último boletim da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros por volta das 13h de terça-feira (22).

Há mais de 70 mil pessoas fora de casa e 29 pessoas já morreram. Dessas, duas foram em Santana do Mundaú, uma em Joaquim Gomes, nove em União dos Palmares, sete em Branquinha, seis em Murici e três em Rio Largo. De acordo com o último balanço, cerca de 177 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas em todo o Estado.

Há 15 cidades em estado de calamidade pública, entre elas Santana do Mundaú, Branquinha, Paulo Jacinto, Murici e Atalaia. Em emergência, há três, São Luiz do Quitunde, Matriz do Camaragibe e Jundiá.

Cerca de 8.000 cestas básicas foram distribuídas para as cidades mais afetadas e 15.000 estão sendo enviadas pelas Conab?s (Companhia Nacional de Abastecimento) de São Paulo, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Nesta terça, foram enviadas 500 cestas básicas para Jacuípe, 124 para Viçosa, 150 para Branquinha, 250 para Murici e 220 para Santana do Mundaú.

Na quinta-feira (24), o presidente Lula deve visitar pelo menos duas cidades em Alagoas e outras duas em Pernambuco afetadas pelas enchentes. A viagem foi agendada em uma reunião com dez ministros para organizar a ajuda do governo aos Estados.

Fonte: R7, www.r7.com