Motores a gasolina ficam menores e eficientes para reduzir consumo

Motores a gasolina ficam menores e mais eficientes para reduzir o consumo e melhorar o desempenho.

Nos últimos anos, os motores a gasolina e a óleo diesel ficaram 50 vezes mais limpos do que os que equipavam veículos na década de 1970.



Desde então, o consumo de combustível de um carro a gasolina foi reduzido em 18%, se comparado com um modelo de potência equivalente. "O caminho para a produção de carros mais limpos e menos gastadores foi realizado passo a passo", disse Michael Krebs, vice-presidente mundial de desenvolvimento da Volkswagen, ao jornal Folha de S. Paulo.

Aqueles carros dos anos 1970 queimavam gasolina com a ajuda do carburador. Agora o combustível é pulverizado diretamente na câmara de combustão ""e em gotas, para reduzir o desperdício. Também surgiram alguns sistemas que armazenam a energia cinética (relativa ao movimento) acumulada nas freadas, o que alivia o funcionamento do motor.

Mas o destaque na economia de combustível hoje é o sistema "start/stop", que corta o funcionamento do motor quando o carro está parado no trânsito ou no semáforo. Com um apertão no pedal, ele volta a funcionar. Na Europa, ele já está em carros como o Volkswagen Polo.

Para colaborar com a redução do consumo sem perder eficiência, os carros e as peças do motor tiveram de perder alguns quilos, já que peso está diretamente ligado ao consumo de combustível. O aço estampado usado nas carrocerias, por exemplo, foi substituído por alumínio ou por material composto, que são mais leves.

Fonte: Folha.com