Motorista de acidente de Shaolin deve ser preso, afirma acusação

Em audiência na semana passada, mulher do humorista viu acusado pela primeira vez.

A defesa de Shaolin diz acreditar que a Justiça facilmente condenará o motorista Jobson Clemente Benício, acusado de provocar o acidente que deixou o humorista gravemente ferido. A batida ocorreu em janeiro de 2011.



Segundo o advogado Rodrigo Celino, todos os depoimentos que ocorreram na primeira audiência do caso - na última terça-feira (13), em Campina Grande (PB) -, confirmaram que o motorista provocou a batida ao invadir a pista contrária, em que estava Shaolin. O acusado também teria fugido do local sem prestar atendimento.

- Os depoimentos mais importantes foram de dois policiais e de um auxiliar de enfermagem que chegaram ao local após o acidente e disseram que o levantamento feito por eles comprovou que o motorista do caminhão provocou o acidente.

Foram ouvidas seis pessoas, entre elas Laudiceia Veloso, mulher de Shaolin. Foi a primeira vez que ela prestou depoimento e que viu o acusado envolvido no caso. O juiz questionou se ela gostaria que o motorista ouvisse o testemunho e, emocionada, Laudiceia pediu para que ele não permanecesse na audiência.

Ela contou que chegou ao local do acidente e recolheu a carteira e os pertences de Shaolin. Em seguida, foi para o hospital onde ele estava para acompanhar o socorro. Laudiceia falou que não "se atentou" a detalhes do acidente e relatou a atual situação do humorista, que tem um estado mínimo de consciência.

O promotor do Ministério Público Luciano Maracajá acompanhou a audiência da terça-feira e disse acreditar que Benício invadiu a pista contrária da BR-230 e provocou o acidente.

A Justiça deve ouvir os depoimentos de mais cinco testemunhas envolvidas no acidente. Além das testemunhas, Benício também prestará esclarecimentos. Ainda não há data para os depoimentos. O juiz informou que os novos depoimentos devem ocorrer nas comarcas das cidades de Sousa, Ingá e Sapé.

Fonte: R7, www.r7.com