Motoristas e cobradores vão deflagrar greve de ônibus em Teresina

Motoristas, cobradores e fiscais deflagraram greve a partir das 18h

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro), Francisco das Chagas Oliveira, informou que os 1.800 motoristas, cobradores e fiscais, vão deflagrar greve a partir das 18h desta terça-feira (07), caso as empresas de transporte urbano de Teresina não realizaem o pagamento do saldo salarial dos trabalhadores

Segundo ele, foi fechado acordo durante a convenção coletiva de trabalho, em janeiro, que as empresas pagariam 40% dos salários dos trabalhadores a cada dia 20 e os 60% restante no dia 5 de cada mês.

Francisco das Chagas afirma que os trabalhadores foram sacar seu salário nesta terça-feira (05) e não tinha nenhum saldo. “Se as empresas nos pagar até as 18h, nós não faremos greve, mas se isso não acontecer, os teresinenses vão ficar sem ônibus, infelizmente, nós estamos lutando por nossos direitos”, declarou.

“Temos que pagar nossos compromissos e nossas contas”, declarou Fernando Feijão, presidente do Sintetro. Ele acrescentou que os empresários alegam que a Prefeitura Municipal de Teresina não pagou o repasse no valor de R$ 9 milhões, referente a meia passagem dos estudantes.

“Os empresários alegam que sem esse dinheiro, eles não tem como arcar com seus compromissos como o pagamento do salários dos trabalhadores, ticket e encargos, mas nós não temos nada haver com isso”, disse.

Fonte: Com informações do Efrem Ribeiro