Motoristas insistem em desrespeitar ciclofaixas em avenidas de Teresina

Motoristas insistem em desrespeitar ciclofaixas em avenidas de Teresina

Os motoristas passaram por um centro de formação de condutores e sabem que não podem desrespeitar esses espaços

Estamos avançando no que diz respeito à quantidade de locais destinados à prática de cooper e pedal em Teresina.

Mas no quesito educação no trânsito o enfrentamento contra práticas ilegais ainda precisa ser intensificado, afinal, não é uma tarefa difícil flagrar carros estacionados em vários trechos da recente ciclofaixa da Avenida Marechal Castelo Branco.

Para a chefe de divulgação da Gerência de Educação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), esses condutores têm plena consciência de que estacionar nessas áreas é uma ação ilegal. "É um desrespeito com as leis de trânsito.

Os motoristas passaram por um centro de formação de condutores e sabem que não podem desrespeitar esses espaços. Eles precisam de punição", disse ela, acrescentando ainda que também se faz necessário investir cada vez mais em ações que contribuam para a educação no trânsito, apesar de as fiscalizações serem mais imediatistas.

Sobre a fiscalização nesses locais, o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, coronel Hudson Lima, frisa que os agentes estão presentes ali, mas que os locais ainda passam por um processo de finalização, e que os motoristas ainda estão sendo apenas orientados.

"Ainda não foi concluído, estamos esperando terminar de colocar a sinalização. Depois disso, seremos mais rigorosos. Ainda estamos orientando os motoristas, dizendo que elas não devem ser utilizadas", esclarece.

Em relação ao processo de conclusão dessa sinalização, o diretor de Operação e Fiscalização da Strans afirma que faltam apenas as verticais e que, possivelmente, dentro dos próximos 15 dias ele será finalizado. "Essa sinalização será colocada o mais rápido possível. No máximo em duas semanas vai estar pronto", conta o coronel Hudson.

Após isso, as devidas penalidades começaram a ser aplicadas de maneira mais intensa, acrescenta o coronel Hudson Lima. "Aquele não é local para estacionar.

Então os motoristas que pararem poderão ser multados, tanto por estacionamento irregular, como por circular em ciclofaixa", destaca

Espaço deve ser respeitado - O acidente ocorrido na noite do último domingo (15), em que um motorista atropelou dois ciclistas que estavam fazendo uso da faixa exclusiva é um dos exemplos de que esses espaços ainda não são respeitados.

"A área estava isolada, os agentes estavam próximos, o que houve foi a falta de observação do condutor. A Strans lamenta a conduta irresponsável, mas todas as medidas necessárias foram adotadas", declara o coronel.

Após a Semana Nacional do Trânsito (18 a 25 de setembro), será lançada uma campanha exclusiva para os ciclistas, justamente para coibir práticas indevidas.

Fonte: Wherika Carvalho