Mototaxista morre após colisão com caminhão na BR 135

A mototaxista veio a óbito no local do acidente

A mototaxista Rosimere Pereira Alves, 39 anos, morreu vítima de acidente com motocicleta na BR 135, localidade Bela Vista, no município de Corrente, nesta terça-feira, 23.

Segundo o policial Julio Cezar da Silva Andrade, "Galega", como é mais conhecida a mototaxista, vinha na garupa da motocicleta que era conduzida pelo seu marido Luis Carlos da Silva que ao fazer uma conversão muito próximo a curva colidiu com um caminhão.

"O caminhão não teve a menor possibilidade de evitar o acidente, pois a moto estava muito próximo à curva", afirmou o policial.

O policial afirma ainda que Rosimere Pereira Alves estava sem capacete. Ela teve traumatismo craniano e veio a óbito no local do acidente.

"Apesar de ser uma mototaxista experiente, Rosimere estava sem capacete. Ela não teve outros ferimentos pelo corpo, a única parte atingida no acidente foi a cabeça. Se ela estivesse utilizando o capacete certamente não teria morrido", disse o policial enfatizando que o piloto da moto também não havia habilitação.

"As pessoas acreditam que por percorrerem pequenas distâncias não estão sujeitas à sofrerem acidentes, mas eles podem acontecer em qualquer lugar. Rosimere entregou a moto ao marido pois iriam percorrer uma pequena distância e infelizmente o pior aconteceu", disse Julio Cezar.

Luis Carlos Rodrigues da Silva teve ferimentos graves em uma das pernas e encontra-se internado no Hospital Regional de Corrente.


Fonte: Portalcorrente