Movimento grevista prejudica curso de extensão da UFPI

O curso de conversação em Inglês é um dos que apresentam dificuldades de realização das atividades.

Os cursos de extensão da Universidade Federal do Piauí (UFPI) estão sendo prejudicados, de forma indireta, por conta do movimento grevista e da burocracia para autorização dos projetos.

O curso de conversação em Inglês, um dos mais procurados pela sociedade em geral e que é oferecido através do Centro de Recursos e Informações da Lingua Inglesa é um dos que apresentam dificuldades de realização das atividades.

Apesar da extensão ser independente, já que os projetos são autofinanciáveis, existe uma burocracia dentro da universidade que dificulta o cumprimento do calendário. "Todo projeto, antes de acontecer, deve ter uma série de reuniões.

A greve vem interferindo de forma indireta nesse processo por conta da dificuldade de fazer com que essas reuniões aconteçam, já que é difícil reunir todos os envolvidos com o curso", comenta a professora Santilha Sampaio, coordenadora do núcleo Eric.

Através do núcleo, cerca de 800 alunos estão aprendendo e/ou se aperfeiçoando no curso de extensão em Língua Estrangeira Inglês. Seguindo o calendário normal, as aulas desse segundo semestre deveriam ter iniciado no dia 20 de agosto e até o momento nem as matrículas foram abertas.

Santilha Sampaio explica que a parte pedagógica do curso não depende da universidade, mas já a parte administrativa e financeira é dependente da instituição.

"O calendário está prejudicado. Uma última reunião devia ter sido realizada, mas não aconteceu. O projeto ainda está tramitando e estamos esperando a autorização das pró-reitorias maiores.

Acredito que o que está faltando mesmo é boa vontade, pois toda essa burocracia é desnecessária e só traz prejuízos. O calendário atrasa e toda comunidade fica prejudicada", lamenta a coordenadora.

Quando autorizada, a matrícula para esse segundo semestre será lançada. Nesse sentido, os interessados devem ficar atentos para a data do início da matrícula que será divulgada, a princípio, no site da instituição, pois as vagas costumam ser preenchidas rapidamente. Outras informações sobre o curso também podem ser feitas através do número (86) 3215-5804.

Fonte: Aline Damasceno