MP instaura inquérito para apurar rompimento de barragem em Minas

Tragédia aconteceu em Mariana, Minas Gerais

O coordenador do Núcleo de Combate a Crimes Ambientais e do Núcleo de Resolução de Conflitos Ambientais do Ministério Público de Minas Gerais, promotor Carlos Eduardo Ferreira Pinto, disse que o órgão instaurou um inquérito civil público para apurar o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco na região de Mariana, em Minas Gerais.

" O objetivo é apurar de forma rigorosa e transparente esse rompimento que causou o maior dano ambiental da história do nosso estado”, disse. “Vamos verificar se havia alguma anomalia anterior na barragem. Uma barragem de rejeitos dessa magnitude não se rompe por acaso”, destacou o promotor.

O promotor também informou que na segunda-feira (9) vai recomendar ao governo estadual que suspenda a licença do empreendimento até que se apure a sua regularidade como forma de garantir a segurança das comunidades. Veja mais fotos da tragédia em Minas Gerais:

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Terra