Mulher adota nova vida, com muito exercício, e elimina 11 kg

Danielle, de 32 anos, reduziu o sal e aumentou temperos na alimentação

Foram necessários 32 anos de sedentarismo e maus hábitos alimentares para a carioca Danielle Souza perceber que precisava mudar o estilo de vida. ?Não era saudável, mas também não era gorda. Após os 30 anos, tudo mudou e os anos de má alimentação refletiram na minha cintura?, conta.


Mulher adota nova vida, com menos sal e muito exercício, e elimina 11 kg

Com 76 kg, a jovem descobriu que estava hipertensa e, por isso, resolveu diminuir o sal da dieta. Com a ajuda de exercícios físicos, ela conseguiu reduzir 9 cm na circunferência abdominal e 11 kg na balança. ?Eu não entendia porque tinha ficado com pressão alta, mas quando comecei a entender minha alimentação, passei a cozinhar com menos sal, mais temperos e cheguei aos 65 kg?, diz.

Seu maior problema era a gordura localizada na barriga. ?As pessoas me perguntavam se eu estava grávida e até me davam lugar no ônibus, era muito constrangedor?, lembra a carioca. Em uma visita ao médico, ela descobriu que, além da pressão alta, estava também com colesterol alto e pré-diabetes.

?Cresci em um ambiente de maus hábitos de alimentação porque minha mãe não gostava de cozinhar, então comíamos muitas coisas industrializadas?, diz. Para ela, esses hábitos na família contribuíram muito para todos os problemas de saúde que apareceram ao longo da vida.

Fora isso, Danielle sempre foi mais focada no trabalho e tinha uma visão diferente sobre a vida saudável. ?Eu não me preocupava com saúde, pensava que era futilidade. Usava meu tempo para estudar e trabalhar. Agora eu percebi que não é fútil, que a saúde pode melhorar inclusive a vida profissional porque melhora a cabeça, a mente e faz você se sentir bem?, avalia.

Para driblar a preguiça de fazer exercício físico, ela escolheu uma academia com um ambiente confortável. ?Já entrei várias vezes na academia e abandonei. Mas encontrei uma que gostei, me senti bem e resolvi levar a sério. Faço musculação, aulas de aeróbica e corro na esteira de segunda a sexta?, diz.

Fonte: Globo.com