Mulher atingida por bala perdida na cabeça tem morte cerebral

Flávia da Costa Silva, 26 anos, foi atingida na cabeça por uma bala perdida dentro de um ônibus no Engenho Novo

Uma mulher vítima de bala perdida na sexta-feira teve morte cerebral. Flávia da Costa Silva, 26 anos, foi atingida na cabeça por um tiro na rua Araújo Leitão, no Engenho Novo, quando estava no ônibus da linha 232 (Praça XV-Lins), no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo pai dela, Luiz Gustavo da Silva, que disse que a vítima não respondia mais a estímulos e foi diagnosticada com morte cerebral com quadro irreversível. Ele afirmou que o coração de Flávia batia com força, mas o cérebro não respondia.


Mulher atingida por bala perdida na cabeça tem morte cerebral

Ela chegou às 9h ao Hospital do Andaraí, onde foi operada, e só saiu do centro cirúrgico às 17h de ontem. A Polícia Militar acredita que a bala partiu de um tiroteio entre traficantes de favelas do Lins, no subúrbio da cidade. Flávia saiu do Méier, na zona norte, e ia para o Centro, o mesmo trajeto que faz há nove meses desde que começou a trabalhar. O ônibus passa por um dos acessos ao complexo das favelas do Lins.

Fonte: Terra