Mulher de THE é a que mais dirige após ingerir álcool

Mulher de THE é a que mais dirige após ingerir álcool

A pesquisa mostra que o consumo de álcool em Teresina aumentou em mais de 4 pontos percentuais entre 2006 e 2010.

Os homens consomem cinco vezes mais cerveja e bebidas destiladas do que as mulheres, segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na última quinta-feira. Mas o analista da pesquisa, André Martins, declara que o levantamento revela ainda que as mulheres estão cada vez mais se equiparando aos homens também neste item.

A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, mostrou que num intervalo entre 2006 e 2010 aumentou de 8% para 10% o número de mulheres que bebem abusivamente (quatro ou mais doses em cada ocasião). Os homens ficaram estagnados em 18%, frente a mais esta ascensão feminina.

A pesquisa mostra ainda que o consumo de álcool em Teresina aumentou em mais de 4 pontos percentuais entre 2006 e 2010. Nós somos a 10ª cidade do país em pessoas que mais bebem abusivamente. No mesmo período, o percentual de mulheres nesta situação dobrou, passando de 6% para 12%, enquanto os homens aumentaram de 30% para 31%. Agora, o dado mais grave é que, pela Vigitel, Teresina possui o maior percentual de mulheres que costumam dirigir após ingerirem bebidas alcoólicas. Um total de 0,9% das entrevistadas confirmaram o hábito.

Para se ter uma ideia, em São Paulo, onde é mais severa a ação contra motoristas alcoolizados, o número de homens que bebem e dirigem é de longe o menor do país, com 0,6%. Chega a ser menor que o número de mulheres de Teresina que tem essa péssima atitude.

Fonte: Jornal Meio Norte