Mulher fica paralítica após ser agredida com frigideira

Adriana Sousa dos Santos foi agredida por um homem com uma frigideira há um ano

Mais uma vítima da violência doméstica em Teresina. Adriana Sousa dos Santos foi agredida por um homem com uma frigideira há um ano no bairro Vila Bandeirante, zona leste de Teresina. O acusado encontra-se preso e tem histórico de agredir outras mulheres.

Segundo a mãe de Adriana, o motivo seria briga de casal e o nome do acusado é Genilson. Por causa da agressão sofrida, Adriana perdeu o movimento das pernas e dos braços e após uma cirurgia, um lado da cabeça foi diminuído e teria ficado com uma lesão no cérebro, relatou a mãe da vítima.

Saiba mais na matéria de Pádua Araújo:

Fonte: Marcos Moraes