Mulher é ridicularizada na internet por comprar presentes para filho que morreu há 2 anos

Sabrina McKenna, de 34 anos, disse que comprar presentes para seu filho Jamie a ajuda lidar com sua perda devastadora.

Uma mãe de luto gastou milhares de libras em presentes para seu bebê, apesar da criança ter morrido antes do nascimento, há dois anos.

Sabrina McKenna, de 34 anos, disse que comprar presentes para seu filho Jamie a ajuda lidar com sua perda devastadora.

Mas ela diz que sua decisão de postar imagens do que teria sido o berçário do seu filho repleto de presentes e brinquedos, a levou a ser duramente critica na internet.

“Eu estou cansado de comentários cruéis das pessoas sobre mim. Comprar presentes para Jamie me ajuda a lidar com a minha perda, de modo que ninguém tem o direito de julgar ou me atacar por isso,” disse ela. Sabrina tinha 31 anos quando finalmente ficou grávida, após estar convencida de que nunca seria capaz. Mas, com 32 semanas de gestação, um exame de rotina não conseguiu detectar a batida de coração do bebê.

Depois de um trabalho de 12 horas, o bebê foi retirado e confirmado como morto. Sabrina chegou a ver o bebê para se despedir. De volta para casa, ela planejou o funeral do filho.

Nos meses seguintes, a mulher iniciou uma profunda depressão devido à perda da criança, decidindo que iria comprar alguns brinquedos. Sabrina afirmou que a ideia a fez sentir alegria e paz novamente. Seis meses mais tarde, o primeiro Natal, que estava temendo, chegou, e ela aliviou a dor da perda comprando novos brinquedos.

Sua família e amigos próximos apoiaram a sua decisão, mas outros não conseguiram entender. Seis meses depois ela decidiu organizar uma “festa de aniversário” para marcar 1 ano de Jamie.

Após algumas imagens serem reveladas na internet, a mulher tem sido rotulada como uma aberração, chegando a ouvir de uma pessoa desconhecida que deveria esquecer o caso e seguir em frente.




Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Gadoo