Mulher é vista vendendo a própria filha em tentativa de arrecadar dinheiro para salvar a vida do marido

“Eu não tenho nenhuma alternativa a não ser essa”, disse Ni.

Uma mulher desesperada foi vista recentemente tentando vender sua própria filha bebê, no meio da rua, para arrecadar dinheiro para as taxas de tratamento de seu marido, gravemente ferido, em Fuzhou, na China.

A mulher, Ni Qiong, ficou de joelhos, perto de uma parada de ônibus hospitalar, por quatro horas. A mensagem de apelo implorava para que alguém comprasse a criança, em uma tentativa de ajudar no tratamento do marido acidentado no trabalho. Além disso, era informado no cartaz que o responsável pelo trabalho do marido havia sumido após o incidente, deixando a família desamparada e sem condições de bancar o tratamento.

“Eu não tenho nenhuma alternativa a não ser essa”, disse Ni. Muitas pessoas que passavam pelo local lhe deram dinheiro e comida, mas a mulher continuou chorando na rua com as filhas ao seu redor.

O marido de Ni, Zhou Guixing, caiu do terceiro andar de um prédio enquanto estava trabalhando. O acidente aconteceu na última quinta. Seu supervisor lhe deu cerca de 3 mil reais e depois desapareceu. O homem e sua esposa não possuem condição para pagar por uma cirurgia necessária.

Quando perguntada se ela poderia viver com a venda da própria filha, Ni ficou em silêncio. Suas duas outras filhas responderam: “Não. Por favor, não venda nossa irmã.” Uma das meninas disse a um repórter local que, quando sua irmã mais nova nasceu, seu pai pensou em vendê-la, mas sua mãe insistiu em manter o bebê. Agora, para salvá-lo, Ni decidiu ir para as ruas tentar fazer a venda.



Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Gadoo