Depressiva, mulher fica dois anos sem sair de casa após separação

Eliane não mantinha contato com os parentes e vizinhos.

Uma mulher identificada por Maria Eliane, de 30 anos, entrou em depressão depois de ser abandonada pelo marido. Após o divórcio, ela passou quase dois anos reclusa dentro de casa, no bairro Quintino Cunha, em Fortaleza. Eliane que sofre de problemas psicológicos, não mantinha contato com os parentes e vizinhos. A alimentação dela era dada por vizinhos, que deixavam a comida, pelas brechas do portão. Preocupados com o estado de saúde dela, mãe e amigos acionaram o Corpo de Bombeiros. Entrando na casa, os profissionais encontraram Maria Eliane bastante debilitada. E os animais que ela criava já estavam mortos de fome.

Fonte: jangadeiroonline.com.br